segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Clicando no momento certo

Uma grande virtude de um fotógrafo é saber o momento certo de apertar o botão do obturador. Um dos grandes pontos negativos do digital‚ é que muitos usuários dessa tecnologia perdem o critério fotográfico e começam a apontar e disparar a sua câmera sem preocupação nenhuma com o resultado final. Mas sem dúvida‚ o fotógrafo que se preocupar em registrar imagens realmente interessantes e for seletivo em seus disparos‚ terá resultados muitos mais expressivos do que aquele que simplesmente sair clicando fotos por aí.O fotojornalismo é um braço da fotografia que está diretamente relacionado a critério de seleção de disparo. O fotógrafo busca uma imagem que ilustre um tema de forma tão expressiva que o texto seja apenas um complemento. Dentre os fotojornalistas‚ um pode ser considerado o pai e criador da essência do tema. Henry Cartier Bresson. Muito mais do que fotógrafo‚ Bresson era um caçador de Momentos Decisivos‚ termo que ele utilizou para titular um de seus inúmeros livros. E é exatamente essa filosofia que temos que buscar quando estivermos fotografando. Um número enorme de fotos perde a função visto que apenas uma ou duas poderiam transmitir a mensagem completa. Em fotografia de natureza e em especial a foto sub‚ os Momentos Decisivos são o grande diferencial de alguns fotógrafos além de diferenciar uma imagem excelente de apenas um registro bem feito. Boas partes dos fotógrafos confundem uma boa foto com uma imagem tecnicamente bem feita nos quesitos iluminação‚ enquadramento e composição. Mas nem sempre esses itens são tudo.Capturar um Momento Decisivo é saber apertar o disparador no momento exato. Nem um segundo antes ou depois. No instante máximo de uma cena. ã comum nos deparamos com um motivo incrível e surpreendente por si só. Quando você vê os resultados das suas imagens acha a foto boa mas não tão boa quanto gostaria e fica aquela sensação de que já viu aquela imagem antes. Como fotógrafo você deve se preocupar muito mais com uma boa imagem do que simplesmente com um registro de cena. Por que não avaliar a cena e ver qual é o melhor momento para fazer o registro. Imaginar um contra luz de uma ave ou o salto de um macaco. Obviamente que boa parte dos objetivos não fica esperando para ser fotografado. Mas você pode se preparar e imaginar uma imagem realmente incrível.Facilita muito quando temos um conhecimento aprofundado do objetivo que pretendemos fotografar. Grandes fotógrafos de natureza são‚ além de tudo‚ profundos conhecedores do comportamento animal assim como fotógrafos esportivos. Alguns fotógrafos contam ainda com um feeling fantástico e conseguem “prever” o que irá acontecer em uma determinada situação.Como podemos ver nas suas imagens‚ Bresson procurava isso. O momento ideal para fazer a sua imagem. Para isso é necessário planejar muito bem‚ ter paciência e saber prever uma situação possível mesmo que exista a chance de não ocorrer. Espere‚ pense e planeje.Atualmente boa parte das câmeras modernas apresenta um recurso conhecido como Burn. Esse recurso é um avanço da tecnologia do Motor Drive das câmeras de filme. Esse mecanismo faz com que a câmera faça mais de uma imagem com um único disparo. O número de imagens varia de acordo com cada equipamento assim como o funcionamento desse recurso. O Motor-driver ou o Burn são opções que facilitam muito o trabalho do fotógrafo em sua busca pelos momentos decisivos. Mas podem desperdiçar tempo e espaço em memória ou fotogramas quando os disparos não forme bem planejados.ã importante ressaltar que esse recurso é muito útil em fotografias onde opta-se pela utilização de luz natural. Isso ocorre porque nesse modo o flash não consegue recarregar a tempo para disparos contínuos. Mas sem dúvida nenhuma‚ se a imagem for planejada‚ esse recurso pode ser usado com resultados muito interessantes.Fotografe muito e planeje seus disparos. Treine a seleção de imagens assim como a sua capacidade de prever acontecimentos. Busque informações sobre o seu objetivo e curta os excelentes resultados que virão.