segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

A tecnica do retrato criativo

Produzir retratos é bastante simples‚ mas quando se quer um trabalho artístico é preciso identificar aquele algo mais que faz a diferença. Até mesmo um rosto nada perfeito pode resultar em imagens lindas. Não se trata apenas de fotografar o rosto da pessoa. Temos de tentar captar a personalidade do modelo‚ o espírito do momento. Para isso‚ devemos lançar mão de todos os recursos possíveis e aproveitar as características do local que possam enriquecer a composição da imagem. É preciso ter muito cuidado para não se fotografar o modelo com roupas que não têm nada a ver com a personalidade da pessoa. Nem sempre se dispõe do guarda-roupa adequado. Não adianta fazer alguém vestir algo com o qual vai se sentir pouco à vontade. Se a pessoa ficar tensa‚ a imagem final mostrará isso. Neste caso‚ as próprias roupas da pessoa podem ser a melhor opção. O problema é que muitas vezes essas roupas‚ apesar de deixarem o modelo mais à vontade‚ interferem no resultado que o profissional espera obter. Eu‚ por exemplo‚ evito fotografar meus modelos usando camiseta comum. Acho que não valorizam o pescoço e o peito e muitas vezes passam um certo ar de desleixo e até de pobreza. Tudo bem para um retrato tirado na rua‚ mas‚ para uma imagem mais sofisticada‚ a camiseta teria de ser muito moderna. Tomo também muito cuidado com as cores. Têm de valorizar o tom de pele e cabelo da pessoa.Tento evitar aqueles retratos com jeito de posado. Para se produzir um retrato que pareça espontâneo‚ quando na verdade está sendo posado‚ é preciso lançar mão de certos truques. E nada melhor que fazer bom uso de objetos que se encontram no lugar e aproveitar bem as características do local. Quando tenho de fotografar alguém de posição importante em uma empresa‚ sempre oriento a pessoa sobre o que vestir para as fotos.A LUZ – Apesar de reconhecer a praticidade da luz do flash‚ eu prefiro usar luz natural sempre que possível. Acho que a qualidade e o brilho da luz do dia‚ na maioria das vezes‚ superam de longe a luz artificial e principalmente a do flash. Até mesmo quando‚ trabalhando em estúdio‚ tento evitar o flash‚ usando luz fixa e lâmpadas que imitam a luz natural.Como em países tropicais a luz do sol é mais agressiva‚ é melhor evitar a luz direta e também os horários de sol mais forte. Já o sol do final da tarde produz tons muito amarelados‚ o que não é o ideal para fotos coloridas. Os dias nublados são excelentes‚ oferecem ótima qualidade de luz tanto para P&B como colorido. Acessórios como brincos‚ colares‚ podem tanto ajudar como estragar uma composição. Quando o estilo não combina com a pessoa podem sobrecarregar o rosto ou chamar demais a atenção. Um colar de pérola de três voltas fica‚ com certeza‚ melhor num pescoço longo. A fotógrafa brasileira Anna Fabres teve seu trabalho selecionado para o livro The Better Picture Guide To Portraits de David Wilson‚ publicado pela editora Roto Vision‚ de Londres‚ que reúne o trabalho de vários fotógrafos radicados na Inglaterra após uma rigorosa seleção. O guia é dirigido tanto ao fotógrafo profissional como ao amador. É comum‚ se assemelhando mais a um livro de fotografia artística. As imagens são explicadas em termos de “ver” ‘’pensar’’ e ‘’agir”‚ permitindo aos leitores aprender como a foto foi realizada do princípio ao final.