terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Seja criativo com o flash

Mostramos como usar o flash embutido para produzir retratos melhores
Apenas colocar a sua câmera na configuração automática e sair fotografando pode funcionar muito bem, às vezes resulta em fotos das quais poderá se orgulhar.

Embora todos digam para “sempre rebater o flash” não caia nessa. Generalizar nunca é legal. Existem mil e uma formas de usar o seu flash e de forma direta é uma delas! Dá para conseguir efeitos legais de luz dura apontando diretamente. Porém… tome muito cuidado com isso. O “efeito” pode virar “defeito” facilmente quando você aponta o flash direto. Algumas dicas:

Em fotos verticais vire a câmera com o flash apontado para a frente do rosto da pessoa. Aliás, fotos verticais tendem a ficar melhores com a técnica de apontar o flash diretamente pois ele acabará vindo da lateral, ficando bem menos aparente o efeito lavado.
Também “vale” apontar o flash diretamente para criar efeitos de longa exposição, o flash congela o seu assunto e o fundo fica bem exposto pela longa exposição.
Não chegue muito perto do assunto ou modelo. Além de “cegar” o retratado você ainda corre o risco de ter a foto “estourada” pelo excesso de luz.

Não abuse do “efeito”, a luz dura vindo da câmera nem sempre fica legal.
Se você estiver em um lugar com um teto ou parede brancos uma idéia é apontar a luz do flash neles. A grande superfície clara irá distribuir a luz fazendo com que a iluminação fique bem difusa e delicada. Assim não existirão sombras duras e o resultado ficará bacana.
Você também pode usar o bom e velho rebatedor para difundir a luz. Um pedaço de papel/plástico branco logo em cima do flash. Ele vai continuar apontando para cima, mas o rebatedor fará com que uma parte da luz vá para cima (se houver um teto branco isso irá ajudar a iluminar o assunto de forma homogênea) e parte da luz vá de forma difusa para o assunto preenchendo. Esse é um dos melhores resultados que você pode conseguir com um flash on-camera e o mais prático caso esteja, por exemplo, em um evento (quando é preciso agilidade).

Caso você não tenha um flash portátil, e sim aquele que vem embutido na câmera, procure formas de difundir a luz fazendo um difusor de papel ou comprando difusores para flash built-in encontrados na internet.
Retratos não precisam ser vitimas do desfoque de movimento nem precisam esperar pela melhora do tempo lá fora. Use nossas dicas abaixo para ajudá-lo a fazer um bom uso do flash embutido da sua câmera.
Flash forçado
1 Quando você está fotografando em locais externos, objetos, sombras e outras pessoas podem prejudicar a qualidade da fotografia. Para se livrar desses problemas é simples: Use um flash leve. Não parece que ele funciona, à primeira vista, mas ativar esse recurso faz toda a diferença no resultado final das imagens.

Usando o flash em ambientes abertos
2 Os difusores reduzem a intensidade do flash, o que é eficiente para ambientes fechados, que refletem a luz, deixando a foto antinatural. As câmeras profissionais possuem esse acessório encaixável em cima do flash. Não há tantos difusores para aparelhos amadores e compactos, mas eles são mais baratos.
O difusor tende a colorir o teto dos ambientes, se esse ambiente não for branco. Para fotógrafos que desejam acrescentar cores às fotografias, o efeito final é agradável.
Cortina
3 A maioria dos flashes de câmeras profissionais são rotativos e você pode apontá-los para onde desejar. Um truque para diminuir a intensidade do acessório é subir com a luz para reduzir sua intensidade. Em tetos de madeira, a iluminação tende a realçar cores, dando uma tonalidade interessante para a fotografia. A foto abaixo é um exemplo típico do truque, que realça tanto a pessoa retratada quanto o ambiente em que se encontra. O flash para o alto é muito suave e centralizado para a paisagem.
Desfoque o movimento
Usar o flash em segunda cortina dispara o flash no fim da foto, levando-o a registrar o movimento da cena. Geralmente, modelos em movimento causam muito desfoque, mas o flash disparado no fim irá congelar a modelo no lugar, produzindo uma foto criativa.

Tire o flash da máquina, desmonte-o e posicione em outro lugar. Pode ser nos lados, por exemplo. Isso aumenta o foco da luz externa, e pode dar efeitos longe da câmera. É uma ótima técnica se você não tem um difusor, ou se não pode mirar o flash para o teto.