quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Qual é a melhor lente fotográfica?

Alguns fabricantes, particularmente Nikon, Olympus, Tamron e Canon, produzem lentes específicas para o uso em câmeras digitais. Mas qual é a diferença entre as lentes digitais e as não digitais? A resposta para essa pergunta recai no projeto da lente telecêntrica. Devido a sua profundidade física, cada fotodiodo deve receber a luz em um ângulo o mais perpendicular possível para receber a sua carga máxima.

 Se o ângulo for muito grande, boa parte da informação daquela região se perderá, o que causará vinhetagem, descoloração e ruído (vistos mais frequentemente nas bordas da imagem). Uma lente com projeto telecêntrico maximiza a quantidade de luz que chega ao sensor em um ângulo bem próximo de 90°, o que otimiza a qualidade da imagem.
Dicas para escolher lentes
 Você recebe o que compra: Sempre compre a lente mais cara que puder. É melhor ter uma câmera mais barata e uma lente de qualidade do que o contrário. Lembre-se de que é a lente que transfere a informação usada na fotografia (a luz) para o sensor, que a grava. Se a informação não estiver lá, você nunca a recriará.
Lentes zoom: Lentes zoom proporcionam uma maior flexibilidade na composição e permitem que você altere a distância focal do jeito que quiser. Ao escolher uma lente zoom, tente evitar zooms extremas (variações muito extensas, como 75-500mm ou 28-300mm, por exemplo) porque tais versatilidades prejudicam a qualidade óptica. Lentes específicas para câmeras digitais de meio quadro tendem a ser menores e mais leves do que suas equivalentes para o filme de 35mm, já que o círculo de imagem pode ser menor.

Lentes fixas: Lentes fixas (lentes de distância focal fixa), apesar de serem menos versáteis do que lentes zoom, geralmente têm maior qualidade óptica. Isso se deve principalmente à menor quantidade de vidro que a luz tem de atravessar. Nos extremos, como supergrande-angulares e superteleobjetivas, a qualidade das lentes fixas é perceptivelmente melhor.
Vidro de baixa dispersão: Lentes que usam vidros de baixa dispersão ajudam a diminuir a aberração cromática, um tipo de dispersão de imagem e cor que ocorre quando raios de luz de diferentes comprimentos de onda atravessam o vidro óptico. Vidros de baixa dispersão melhoram a nitidez e a precisão das cores da imagem final.

Autofoco: Se a velocidade de foco é importante para você, teste o comportamento do autofoco antes de comprar qualquer lente AF, porque alguns sistemas são mais lentos do que outros.
Foco interno (internal focus/IF): Lentes IF têm construção mais compacta e leve do que as lentes que estendem a borda para fora ao ajustar o foco.
Lentes com elementos asféricos (aspherical lens elements/ALEs): Lentes com ALEs produzem imagens de maior qualidade ao eliminar o coma e outras aberrações, particularmente predominantes em lentes grande-angulares usadas nas maiores aberturas.

Abertura máxima da lente: A abertura máxima da lente vai ditar, até certo ponto, o nível de controle que você tem sobre a exposição. Por exemplo, em condições de baixa luz com uma lente “lenta” (uma lente com abertura máxima de f/5.6 ou menos), você pode não conseguir uma velocidade capaz de congelar um assunto em movimento, ou obter uma imagem nítida. Por outro lado, em lentes longas, uma abertura máxima muito grande significa uma lente grande e pesada, que pode ser difícil de carregar e apoiar. Ao escolher uma lente, tende predefinir as condições em que você mais irá trabalhar, e busque um equilíbrio entre abertura máxima e portabilidade.

Abertura máxima e lentes zoom: Em algumas lentes zoom a abertura máxima varia de acordo com a distância focal utilizada. Esse sistema é usado para reduzir o peso e o tamanho da lente, mas pode reduzir também suas opções de exposição. Se possível, sempre opte por uma lente zoom de abertura máxima fixa.
Para-sóis: Fontes de luz muito fortes, como o sol, podem causar flare ao incidirem diretamente no elemento frontal da objetiva e refletirem dentro dela. Os flares podem ser vistos como polígonos mais claros que não contribuem em nada para a qualidade da imagem ou da composição. Você pode minimizar seus efeitos acoplando um para-sol na frente da sua lente. Mas procure sempre usar o modelo recomendado pelo fabricante de sua câmera.