quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Qual é a maior semente que existe?

É a produzida por uma palmeira chamada Lodoicea maldivica. A semente dessa árvore - encontrada apenas nas Ilhas Seychelles, no Oceano Índico - pode medir até 30 centímetros de uma extremidade à outra e pesar nada menos que 28 quilos. Esse tamanho todo é necessário por causa do ritmo extremamente lento com que a palmeira se desenvolve. Seus primeiros frutos - que não aparecem antes do primeiro século de vida! - podem levar até sete anos para amadurecer. Na terra, a semente só germina em locais bem protegidos do Sol e com temperaturas entre 26º e 32º C. Além disso, pode levar até um ano para que surja a primeira folha da palmeira. Por isso, até poder alimentar a si própria por meio da fotossíntese, a planta se nutre com as enormes reservas de gorduras, óleos e proteínas contidas no interior da semente gigante. Curiosa também é a história da Lodoicea. No século XVI, sementes da palmeira apareciam no litoral da Índia, mas ninguém sabia de onde vinham.

Uma lenda da época afirmava que elas brotavam de uma palmeira no fundo do oceano, o que deu origem ao nome popular da semente: coco-do-mar.