segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

O valor de um tripé

As utilidades de um tripé
Tripés são uma necessidade para quase todas as fotos de baixa velocidade – ou para quando não se pode segurar uma teleobjetiva. Os fotógrafos esportivos, por exemplo, precisam de tripés resistentes para apoiar suas enormes teleobjetivas. Eles permitem um panning suave e que se acompanhe um objeto em ação, enquanto a câmera fica parada junto com os outros eixos. Os monopés – suportes de uma perna só – dão flexibilidade de movimento para cima e para baixo, e um encaixe de soltura rápida permite a remoção da câmera para tirar fotos à mão.

Dez maneiras de estabilizar a câmera:
Use um pequeno pufe para apoiar a lente em uma superfície plana.
Apóie a câmera em qualquer objeto estável, como uma garrafa ou um copo.
Segure seu ombro oposto e coloque a câmera na saliência do seu cotovelo.
Apóie a câmera contra o batente da porta.
Segure a respiração enquanto pressiona o obturador.
Encoste-se contra um objeto sólido para acrescentar estabilidade.
Use sempre o visor em oposição ao “live view” da tela de LCD.
Amarre a câmera bem firme em sua mão ou cotovelo.
Tenha a certeza de que você esteja em uma posição estável e bem aterrada.
Quando sentar, descanse a câmera sobre o joelho – criando um T.

Um tripé é uma ferramenta versátil na bolsa do fotógrafo. Muitas vezes, ele vem equipado com pernas telescópicas ajustáveis, controles multidirecionais e encaixe de soltura rápida.


Aqui, outra função útil para uma câmera colocada sobre um tripé: um poleiro para os pássaros que se está tentando fotografar. Joe Petersburger Lábod, Hungria