segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Fotografia subaquática

Fotografando embaixo da água

A fotografia subaquática revela um mundo que muitos de nós nunca vemos. Mas ela é um desafio logístico e, por causa das condições de luz, só se pode trabalhar pouco tempo a cada dia. Também é necessário uma caixa especial para manter a câmera seca.
Tente fotografar no meio do dia, quando os raios de sol atingem a água vindos de cima. Conforme você desce, a luz diminui, aumente a exposição do seu fotômetro cerca de 1 stop para cada 3 metros de profundidade. Em profundidades maiores, você vai precisar de estrobos para a cor.

Michael Braunstein/Sua Foto National Geografic Brasil
Domine a arte de levar o equipamento de luz para debaixo d’água praticando em uma piscina.
A refração limita o ângulo de visão das lentes debaixo d’água, fazendo com que uma 35 mm seja o mesmo que uma 50 mm em terra.

Mergulhe fundo e se aproxime dos seres para obter closes de animais e cores que poucas pessoas já viram, em vez de flutuar próximo à superfície.