quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Fotografia digital

Em todos os setores, a tecnologia digital serviu para igualar serviços, provocando forte redução no seu valor agregado. O mercado fotográfico está sofrendo agora essa mudança no seu modo de funcionamento. A relação entre lojista e seus clientes deverá ser completamente diferente da que vem acontecendo há cem anos. Na verdade, estamos apenas tateando o novo formato de relacionamento. A simples venda de serviços de revelação já não agrega mais valor como antes e não é fator de diferenciação. O surgimento dos minilabs já foi um passo na equalização dos serviços de revelação, igualando lojas e laboratórios. A oportunidade de saber operar no novo modo de revelação loja-cliente. Não é uma tarefa simples. Pelo contrário, hoje tudo é mais difícil. Não será a aquisição de um equipamento que irá fazer com que nosso negócio passe a operar de acordo com os novos princípios. A compra de equipamentos atualmente serve apenas para igualar e não para diferenciar. O desafio está no comportamento do varejo, ou seja, no cenário dos acontecimentos com os clientes dentro da loja.

 A mesma tecnologia que está mudando o mercado com a fotografia digital deve ser utilizada em equipamentos e softwares como ferramenta para estruturar tanto o novo formato de trabalho interno como o relacionamento com os nossos clientes. Precisamos aprender a utilizá-la em grande estilo para sermos criativos e melhorarmos o relacionamento com os consumidores. Devemos encantar nossos clientes quando estão em nossas lojas. É preciso ser provedor de conhecimento, segurança e orientação, pois só assim estaremos agregando valor ao nosso trabalho e conquistando a clientela. O volume de impressões de fotos digitais está aumentando muito em todo o País. Isto provoca na pessoas um forte desejo de vender a revelação de fotos digitais, mas não podemos nos esquecer de duas coisas:

O cliente de câmera exige um atendimento com recursos facilitadores
A revelação de fotos digitais deve ser apenas um dos itens de um cardápio variado de serviços digitais. Estes serviços são importantes na diferenciação, agregam mais valor ao nosso trabalho e melhoram o faturamento.
Esta não é a primeira vez (e não será a última) que escrevo chamando atenção para a necessidade de conquistar um novo formato de varejo na era digital. Certamente precisamos nos capacitar tecnicamente, mas nada é mais importante que ficar fortemente ligado aos acontecimentos dentro da loja para poder identificar os novos comportamentos, logo que eles se mostrem necessários. Assim, além de sermos os pioneiros, estaremos conquistando nossa participação no mercado. A cada dia estão surgindo novas situações. Isso é próprio da mudança que está ocorrendo. Cada nova situação pode trazer um novo conhecimento para ir formando nosso próprio knw-how. Nosso mercado tornou-se competitivo em criatividade e essa será uma das principais forças de diferenciação entre os concorrentes. Essa criatividade, além de conquistar o cliente, deve ser também um dos recursos para buscar novos clientes, muito diferente do que sempre foi feito na fotografia tradicional em que a única forma de atrair clientes estava sempre associada à oferta de preço.