quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Criando books fotográficos

O mercado de Books fotográficos é um dos nichos que mais proporciona opções de trabalho. A especialização na área, além de possibilitar o trabalho com books pessoais, mercado em constante expansão, também atende o mercado de modelos e atores. Cada um desses tipos de book tem suas especificidades, e o workshop Book: direção e Iluminação pretende abordar todas elas de forma dinâmica, prática e objetiva.

Book fotográfico é uma das coisas mais fáceis de fazer na fotografia, mas ao mesmo tempo não é simples. Pode parecer contraditória essa afirmação, mas ela se torna verdade quando começamos a pensar nos vários problemas envolvidos. É simples porque o equipamento necessário pode ser o mais barato. É complicado porque o mercado está saturado, mas para quem faz a fotografia com paixão sempre há espaço. Isso mesmo meus amigos, quem trabalha fotografia com paixão, e não apenas como profissão, possui mais chance de se destacar no mercado. A concorrência pura e simples com os grandes minilabs é impossível.

Como você está começando agora, provavelmente não possui um estúdio fotográfico. Então aqui a solução é trabalhar com um book externo. As locações são parques ou locais no campo. Aconselhamos a procurar locais propícios para a prática, lembrando que é muito bom ter nesses locais a possibilidade da troca de roupas. Book externo é mais complicado do que um book em estúdio, pois não existe a possibilidade de controle da luz. Você tem que saber como a luz do sol se comporta naquele local durante as estações do ano. Nessa situação, você vai utilizar muito do rebatedor e do flash para luz de preenchimento. Em primeiro lugar você deve demonstrar extrema confiança isso vai tranquilizar quem estiver presente no dia, inclusive a modelo. Escolha a roupa menos interessante para o começo e deixe as melhores para o fim, quando a modelo estará mais relaxada e espontânea. Existem modelos extrovertidas, onde você praticamente as segue apenas fazendo as fotos, e outras que simplesmente travam na hora do clique. Essas são as mais difíceis de lidar e você vai ter que criar todas as poses e expressões faciais. A posição das mãos é muito importante nessa hora. Nada pode passar a impressão de que aquele é um momento tenso, e as mãos são a primeira coisa que demonstra isso.

Como não existe a possibilidade do estúdio ainda, fazer maquiagem e cabelo é uma coisa complicada. O cabelo tem que ficar por conta da própria modelo que já chega pronta para as fotos. Maquiagem já é uma coisa que pode ser feita na hora. Nesse ponto é necessária uma parceria com alguém que faça essa maquiagem para você. Isso pode ser incluído como um gasto no pacote vendido.
Depois que você fez as fotos e já tratou todas no Lightroom2 ou no Gimp, agora é hora de entregar as fotos para a cliente. Aqui voltamos nos pacotes que você já criou e mostrou para sua cliente. O interessante é você cobrir todas as possibilidades e focar em diversos públicos. Hoje em dia, existem clientes que querem fotos apenas para colocar nas redes sociais. Existem clientes que querem o book completo impresso com tudo que tiver direito. Então são dois extremos que devem ser observados. Um toque para quem está começando é que não existe mais a prática de montar aquele álbum com fotos dentro de sacos de plástico. Quem entrega foto no saquinho hoje em dia é fotógrafo que parou no tempo. Procure uma boa encadernadora fotográfica em sua cidade ou as diversas opções de livros encadernados que temos na internet.
Faça um Photobook
O Photobook é como um livro de verdade feito com suas imagens e textos. Nele, você pode compartilhar suas memórias com design e qualidade. De forma prática e com um estilo personalizado, transforme fotos de viagens, casamentos, ou de qualquer outro acontecimento, em um Photobook criado especialmente por você.