terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Como fotografar crianças

Mantenha-se na altura dos olhos da criança. Se sua câmera não dispõe de controles dedicados, a maneira mais segura de capturar imagens é usando as predefinições da máquina. Como as crianças dificilmente param quietas, alterar configurações através dos botões de menu provavelmente significa perder momentos que renderiam excelentes imagens. Cada situação vai exigir um setup diferente: retrato, retrato noturno e esporte são os mais recomendados. Principalmente o nível dos olhos. É comum ver fotos de crianças feitas de cima para baixo, já que adultos tem têm estatura maior. Isso tira boa parte da beleza de uma foto, pois achata o retratado – e o único jeito de evitar é não fazendo. Se a criança estiver em pé – parada ou correndo – ajoelhe-se para fotografar, para colocar a câmera no mesmo nível dos olhos da criança, garantindo uma foto mais natural e que respeita sua personalidade e sua postura. Quando o pequeno estiver sentado, ou ajoelhado, sente-se no chão, ou mesmo deite – dependendo do espaço disponível. A pequena elevação do ângulo gerada no enquadramento vai favorecer ainda mais a imagem final.

Não tenha vergonhe de brincar, diga que você vai fazer cócegas. Torne este momento divertido para vocês.

Escolha o melhor horário da criança. Assim, os sorrisos e as poses saem mais facilmente. Fotografe bem antes do horário do soninho ou das refeições, Se você perceber que seu filho se cansou, pare e descansem um pouco. Não adianta forçar.
Capte a rotina. Durante a hora do banho, acordar, a hora da refeição, a soneca, a criança assistindo um filme.

Deixe a criança fotografar você. Dependendo da idade elas conseguem manipular a câmera com grande maestria. Ofereça o equipamento e peça a elas que façam algumas fotos. Você se surpreenderá com a capacidade de composição sem vícios que os pequenos têm.

Escolha o local de melhor condição de luz. Na hora de escolher o local para fazer as fotos, escolha por um local neutro e sem muitas interferências. A atenção total estará no seu filho e não no fundo da foto que pode deixar a imagem poluída.

Cuidado com a produção. Observe o que está em torno da criança. Quando vemos a foto, tudo que está no quadro compete por nossa atenção e a composição perde a força quando há o excesso de elementos. Procure lugares mais neutros para que o destaque seja a criança. Da mesma forma, evite roupas cheias de detalhes. Quanto mais simples, melhor”.

Capriche no foco. Preste atenção aos detalhes. Fotografe as mãos, os pés. Não se esqueça de fotografar cada detalhe do bebê, bem de perto. Pés, mãos, orelhas, tudo merece um close.