segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Como escolher o balanço de branco

Fazer o balanço de branco é o processo de tirar tons de cores irreais para que os objetos que devem aparecer brancos saiam assim na foto, não importa seu matiz real. Olhos vêem o branco mesmo se ele não estiver lá. O jornal que lemos sob a lâmpada de tungstênio na verdade ficou amarelado, mas aos nossos olhos ainda é branco. Simplesmente fazemos um ajuste e mandamos o “balanço de branco” correto para o cérebro.
Mas, em uma fotografia, se o branco não é realmente branco, o restante das cores na cena também serão variações não verdadeiras. Os ajustes do balanço de branco assumem que o fotógrafo quer que a cena pareça estar sob um Sol do meio-dia, mas a cor da luz do Sol muda ao longo do dia. Por isso, muitos fotógrafos não se preocupam em usar correções do balanço de branco ao ar livre, mas levam a sério os desafios da iluminação em lugares fechados.
Os ajustes do balanço de branco
As câmeras não fazem ajustes tão bem quanto nossos olhos, mas a maioria delas oferece diversos ajustes do balanço de branco. Quando a câmera está ajustada no balanço de branco automático (AWB), mostra as cores “de maneira precisa”, não importa se você estiver fotografando em um ambiente interno, sob o Sol forte ou em um dia nublado. Mas o AWB não deve ser usado sem pensar. Em muitos momentos, é desejável que a cor da luz permaneça como está, como ao nascer ou ao pôr do sol. O ajuste automático de AWB funciona razoavelmente bem em muitas condições, mas é ruim em outras, especialmente sob luzes artificiais. Essas fontes de luz têm tons e temperaturas de cor e são notoriamente difíceis de compensar.
Balanço de branco pré-prolongado
As DSRLs têm vários modos de balanço de branco, como Flash, Sol (Sun) e sombra (Shade). Fáceis de usar, são apenas aproximações da cor da luz verdadeira – o equivalente digital a escolher entre luz do dia e tungstênio em câmeras com filme.
O branco, que é a combinação de todas as cores de luz visíveis, é usado como padrão, pois é neutro e qualquer mudança nele é vista imediatamente. O cartão cinza que muitos fotógrafos usam para fotometrar também pode ser usado para ajustar o balanço de branco. Como o cartão tem um matiz neutro, qualquer variação que se afaste do neutro registrado pela câmera deve ter vindo da cor da luz que ilumina a cena. Esse método é conhecido como balanço de branco manual ou customizado e, em geral, é tido como mais exato para quando a precisão de cor é essencial. Algumas câmeras também aceitam a introdução de dados em graus Kelvin, que definem a luz de maneira mais exata.

Quando o balanço de branco está ajustado de maneira apropriada, os tons do branco e das cores aparecem exatamente como esperamos, não importa qual seja a cor da luz que os cria. Randy Olson Guangzhou, China
Esteja atento às opções de balanço de branco de sua câmera.
Ajustes diferentes originam diferentes balanços de cor. Apesar de não serem 100% garantidas, o mais seguro é usar as opções automáticas da sua câmera.

A luz em ambientes fechados, como esta luz fluorescente, tinge o que vemos. Nosso cérebro corrige as sombra, mas a câmera as vê e, erradamente, registra cores estranhas. Randy Olson Guangzhou, China